Histórias Partilhadas – “Lenda do Guaraná”

Lenda do Guaraná de Ciça Fittipaldi (Ed: Melhoramentos)

Para os povos indígenas da tribo dos Maué, o guaraná, é a planta mais poderosa de todas. Eles acreditam que sua semente acaba com as doenças, dá força na guerra e no amor.

A ilustradora e escritora brasileira Ciça Fittipaldi resgatou a linda lenda do Guaraná.

A bela índia Uniaí, após a morte de seu filho, entoa tristes cantos mágicos. Dos olhos do menino nasce o guaraná.

Este livro faz parte da série Morená, e apresenta os mitos dos índios em linguagem acessível que conserva o tom mágico e a poesia. As ilustrações são inspiradas nas culturas indígenas. Morená significa, para os índios Kamaiurá, a terra mítica onde mora Mavutsinim, o grande criador.

A lenda do Guaraná tem origem na região norte do Brasil e é uma das mais populares do nosso folclore.

O guaraná é um fruto originário da Amazónia. Segundo a lenda folclórica da região, ele é originalmente os olhos de um indiozinho, que foi mordido por uma serpente quando estava a apanhar frutos na floresta. O guaraná, cujo nome científico é paullinia cupana, é uma planta (espécie de cipó), de cor vermelha (quando está maduro), com polpa branca e sementes negras. Em função das suas propriedades estimulantes é usado em xaropes, chás e bebidas energéticas. É usado também, principalmente no Brasil, para a fabricação de refrigerantes.

Ciça Fittipaldi, que tem um belo trabalho em parceria com os povos indígenas, também está presente na Travessia das Letras com o livro, “A árvore do mundo e outros feitos de Macunaíma” noutra sessão de contos.

Narração Ciça Fittipaldi em streaming

Público: Famílias e Público em Geral

Entrada Livre limitada à lotação da sala.

Informações e Inscrições prévias através de travessiadasletras2022@gmail.com ou 912 618 727

Data

21 Mai 2022
Expirado!

Hora

11:00 - 12:30

Etiquetas

Travessia das Letras'22
Auditório

Local

Auditório
Templo da Poesia