Um Espelho a Passar Por Uma Estrada

Um recital encenado sobre Cesário Verde.

A poesia de Cesário Verde reflete a realidade como um espelho a passar por uma estrada já que a organização mais característica dos seus poemas é precisamente a narrativa de passeios aparentemente casuais em que um observador vai registando o ambiente mutável e miscelâneo que se lhe depara.
A exegese de Hélder Macedo em torno da poesia de Cesário Verde inspira um espetáculo que propõe um passeio ou flânerie em torno da poesia, biografia e recepção crítica do poeta oitocentista, considerado um mestre pela geração de Orfeu.
Nesta jornada – que poderia definir-se como um recital poético e musical encenado – os espetadores são acompanhados pela atriz Rute Lizardo e pela guitarra e objetos sonoros do músico e compositor Nuno Cintrão. Paragem obrigatória no extraordinário “O sentimento de um Ocidental” ou na Quinta de Linda-a-Pastora onde Cesário se refugiava do bulício da capital.

Ficha Artística e Técnica
Texto e direção: Paulo Campos dos Reis
Interpretação: Nuno Cintrão e Rute Lizardo
Música original: Nuno Cintrão
Figurinos: Artur de Campos
Direção de Produção: Ricardo Soares

Entrada Livre

Informações e reservas
Templo da Poesia – 210977437
templodapoesia@oeiras.pt
ana.jardim@oeiras.pt

Data

25 Fev 2022
Expirado!

Hora

21:30 - 23:00

Etiquetas

Espetáculos
Auditório

Local

Auditório
Templo da Poesia
Categorias