Escultor

O trabalho criativo de Álvaro Carneiro é predominantemente inspirado nos anos 1970 (período de consolidação e crescimento das Artes).

1952 | escultor

Álvaro Carneiro

foto: Carlos Santos

vida e obra

Nasceu em Lisboa em 1952. Estudou escultura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa. Realizou diversas exposições individuais destacando-se: “Atmosfera Oval”, “A Cidade e o Mito”; “Povoamentos”; “Claridades”; “Cinzas no Chiado”; “Illuminare”; e “Corpo”; e fez parte de mais de uma dezena de exposições coletivas. 

Foi Membro do Conselho Técnico da Sociedade Nacional de Belas Artes e recebeu uma Menção Honrosa na IV Bienal de Escultura e Desenho das Caldas da Rainha.

Tem três monumentos de Arte Pública: Monumento aos 25 Anos de Poder Local em Charneca – Almada; Monumento a Soares dos Passos – Parque dos Poetas – Oeiras; Escultura Pública na Escola Dr. António Augusto Louro – Seixal.

O escultor no Parque dos Poetas

“Vai alta a lua! na mansão da morte
Já meia-noite com vagar soou;
Que paz tranquila; dos vaivéns da sorte
Só tem descanso quem ali baixou.

excerto de "O noivado do sepulcro" | 1856

.

partilhar
conteúdo relacionado

Nota Biográfica

Nascimento: 1952 – Lisboa

Parque dos PoetaS

Pétala 23

Localização