Poeta

Violante do Céu, ou Violante do Ceo, nascida Violante Montesino foi uma religiosa e escritora barroca portuguesa. Seu pai era Manoel da Silveira Montesino e a mãe Helena da França de Ávila.

1601 | POETA

Soror Violante do Céu

foto: Carmo Montanha

vida e obra

Soror Violante do Céu (1601-1693) nasceu em Lisboa. Foi freira dominicana e é considerada um dos expoentes máximos da literatura barroca em Portugal.
Aos 17 anos compôs uma comédia para ser representada por ocasião da visita de Filipe II a Lisboa, facto que a tornou célebre no meio literário e cultural, onde ficou conhecida como Décima Musa e Fénix dos Engenhos Lusitanos.
Da sua obra destacam-se as Rimas (1646), Parnaso Lusitano de Divinos e Humanos Versos, (1733) e as várias composições poéticas reunidas na Fénix Renascida.

“Que suspensão, que enleio, que cuidado
É este, meu tirano deus Cupido?
Pois tirando-me enfim todo o sentido,
me deixa o sentido duplicado.”

Excerto de "Soneto"

o poeta no parque

partilhar
conteúdo relacionado

Nota Biográfica

Nascimento: 30 de maio de 1601 – Lisboa
Morte: 28 de janeiro de 1693 – Lisboa

Poema

poema

poema

Parque dos PoetaS

Pétala 12

Escultor: Susana Piteira

  • poemas
  • palavras
  • recursos
  • bibliografia

 

 

Não existem ainda palavras para apresentar sobre este poeta.

 

 

 

 

Não existem ainda recursos para apresentar sobre este poeta.

 

 

 

 

Consulte a sua obra no catálogo das Bibliotecas Municipais de Oeiras. Clique aqui.