Agenda

Parque dos Poetas

Poema do dia

Junto do mar, que erguia gravemente
A trágica voz rouca, enquanto o vento
Passava como o vôo do pensamento
Que busca e hesita, inquieto e intermitente,

Junto do mar sentei-me tristemente,
Olhando o céu pesado e nevoento,
E interroguei, cismando, esse lamento
Que saía das coisas, vagamente…

Que inquieto desejo vos tortura,
Seres elementares, força obscura?
Em volta de que idéia gravitais?

Mas na imensa extensão, onde se esconde
O Inconsciente imortal, só me responde
Um bramido, um queixume, e nada mais…

Antero de Quental, in “Sonetos”

prelo

A Recording Academy, responsável pela atribuição dos prémios GRAMMYs anunciou cinco novas categorias entre as
Ler mais

“Não sei o que o amanhã trará – um passeio sonoro na Lisboa de Fernando
Ler mais

Poetry Out Loud é um programa educativo Norte Americano que visa encorajar a descoberta e
Ler mais

lyrikline é um site internacional para experienciar a diversidade da poesia contemporânea. Pode ouvir as
Ler mais

Beatriz Batarda diz poemas de Natália Correia e Filipa Leal. Vera Mantero dança sobre material sonoro em torno de Natália Correia numa criação original.

Culto

EPISÓDIO 1 – Beatriz Batarda + Vera Mantero

Beatriz Batarda diz poemas de Natália Correia e Filipa Leal. Vera Mantero dança sobre material sonoro em torno de Natália Correia numa criação original.

Palavras

para o Século XXI

Palavras para o Século XXI é uma iniciativa da Câmara Municipal de Oeiras que conta com palavras e texto de Gonçalo M Tavares e ilustração de Rachel Caiano. Leia, releia e guarde.

Play Video

Poema da semana

E a Vida foi, e é assim, e não melhora.
Esforço inutil, crê! Tudo é illuzão…
Quantos não scismam n’isso mesmo a esta hora
Com uma taça, ou um punhal na mão!

Mas a Arte, o Lar, um filho, Antonio? Embora!
Chymeras, sonhos, bolas de sabão.
E a tortura do além e quem lá mora!
Isso é, talvez, minha unica afflicção…

Toda a dor pode suspportar-se, toda!
Mesmo a da noiva morta em plena boda,
Que por mortalha leva… essa que traz…

Mas uma não: é a dor do pensamento!
Ai quem me dera entrar n’esse convento
Que ha além da Morte e que se chama A Paz!

António Nobre, in ‘Só’

Masterclasse

“Pessoa foi humorista?”

Com Ricardo Araújo Pereira e moderação de Nicolau Santos.
Veja ou reveja esta sessão do ciclo de Masterclasses “Pessoa convida Pessoas”.

Documentário

"Morreu o poeta Herberto Helder”

Um documentário imperdível sobre uma das figuras mais enigmáticas do panorama literário nacional.