Poeta

Alda Ferreira Pires Barreto de Lara Albuquerque, conhecida como Alda Lara, foi uma poeta portuguesa de origem angolana. Criou uma grande produção poética, publicada apenas após a sua morte, através da recolha feita pelo marido, de todos os seus poemas.

1930 | POETA

Alda Lara

foto: Carmo Montanha

vida e obra

Alda Lara é uma escritora Angolana, natural de Benguela tendo vindo a falecer em Cambambe.
É irmã do poeta Ernesto Lara Filho e casada com Orlando de Albuquerque, médico e escritor, que lhe reuniu a produção poética em “Poemas”.

Formou-se em medicina em Portugal, desenvolvendo a par um virtuosismo literário, que a torna também escritora. A sua intervenção reflete a mulher, a africana e sobretudo a angolana que ama as suas gentes e a sua terra onde sempre ansiou regressar.

Ao longo da sua breve existência, dedicou-se fundamentalmente à poesia, concentrando-se  na experiência angolana e remetendo para uma leitura de Angola que privilegia as alegorias da Liberdade, do Amor, da Justiça, num retrato da condição humana em toda a sua ambiguidade e complexidade.a

“Quando eu voltar,
que se alongue sobre o mar, o meu canto ao Creador!
Porque me deu, vida e amor,
para voltar…”

Excerto de "Regresso" |

o poeta no parque

Leitura escultórica
O monumento aposta na tecnologia e numa nova leitura da escultura contemporânea, com recurso à luz. 

É constituído por 4 elementos quadrangulares, cada um deles representando fases da vida da poetisa:

  • O primeiro simboliza a partida e o regresso;
  • O segundo a terra de infância;
  • O terceiro, que é apenas uma estrutura, simboliza o percurso cognitivo, político e literário;
  • O quarto, com as palavras IDENTIDADE e LIBERDADE, reflete os dois elementos base do pensamento poético e da prática vivencial de Alda Lara.

 

partilhar
conteúdo relacionado

Nota Biográfica

Nascimento: 09 de junho de 1930 – Benguela, Angola
Morte: 30 de janeiro de 1962 – Cambambe, Angola

Até quando (Ronda)

Por Luís Represas

Leituras

Poemas

Inauguração

Parque dos PoetaS

Pétala 31

Escultor: Júlio Quaresma

  • poemas
  • palavras
  • recursos
  • bibliografia

 

 

Não existem ainda recursos para apresentar sobre este poeta.

 

 

 

 

Consulte a sua obra no catálogo das Bibliotecas Municipais de Oeiras. Clique aqui.